Exposição Pneumática, de Paulo Paes, resgata a tradição popular dos balões no Sesc São Gonçalo

Nos últimos dois dias de exposição, os participantes serão acompanhados pelo artista na confecção de um pequeno balão, objeto retratado na mostra. 

SÃO GONÇALO/RJ – Em cartaz desde junho no Sesc São Gonçalo, a exposição Pneumática, do artista plástico Paulo Paes chega ao último fim de semana de exibição. No sábado e domingo (9 e 10/9), das 13h às 16h, marcando o encerramento da mostra, os visitantes terão a oportunidade de colocar a mão na massa e participar da confecção de um balão, com o acompanhamento do artista.Além disso, poderão apreciar a mostra, inédita, composta por esculturas infláveis de papel de seda, resultado do estudo que o artista desenvolve desde 1980 sobre balões e seu universo lúdico-tecnológico e sua prática na zona norte do Rio de Janeiro.  

Na oficina, Paulo Paes acompanhará os participantes, instruindo-os na confecção de um pequeno balão, a partir de um molde, desde a criação dos padrões de cores até o fechamento. A ideia é mostrar todas as etapas criativas do processo e as táticas usadas. A inscrição é gratuita e as vagas são limitadas a 10 participantes (menores de 11 anos deverão estar acompanhados por um adulto que os ajude na realização das tarefas). 

A Exposição Pneumática, uma realização de Rosa Melo Produções Artísticas selecionada no edital de cultura Sesc RJ Pulsar 2023, está desde junho disponível para visitação. Ela revela como os exercícios e as experiências para transformar o papel em volume flutuante se desdobram em ideias e conceitos de linguagem pessoal. Mostra também como recombinar forma e cor, opacidade e luminosidade, trazendo o objeto lúdico coletivo para o chão, impondo-lhe uma gravidade, sem deixar que perca sua grandeza, leveza e simbolismo.  

Através desse trabalho, Paulo resgata e preserva fundamentos tecnológicos e elementos visuais de uma tradição enraizada na memória coletiva, ameaçada de extinção em decorrência dos riscos que a atividade de soltar balões representa. Seu fazer escultórico, mergulha nas questões espaciais e pictóricas criando objetos infláveis, de caráter efêmero, feitos em papel de seda dissociado da função original de artefato voador.  

SERVIÇO

Exposição Pneumática – Paulo Paes

Sesc São Gonçalo | @sescsaogoncalo  

(Av. Pres. Kennedy, 755 – Estrela do Norte, São Gonçalo) 

Datas: 09/09 (sábado) e 10/09 (domingo) 

Agendamentos: umdianosesc@sescrio.org.br 

Entrada gratuita | classificação livre 

Crédito: Pedro Agilson

Sobre o artista 

Nascido em Belém do Pará, em 1960, mudou-se para o Rio de Janeiro em 1978, ingressando na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde permaneceu como aluno e depois professor até 1992. O objeto atual do artista é a rotina em torno de estruturas subquáticas inseridas no bioma para atrair e fixar vida, produzindo uma cultura material relacionado a esta rotina. São paisagens marinhas, fotografias subaquáticas, amostras de colônias maduras, desenhos, vídeos, embarcações, textos, aparelhos, ferramentas etc. Hoje reside em Cabo Frio-RJ, onde realizou durante 09 anos experimentos em parceria com o IEAPM (Instituto de Estudos do Mar da Marinha Almirante Paulo Moreira) no campo de provas em Arraial do Cabo. Paralelamente desenvolve as pesquisas continuas em esculturas infláveis de papel de seda derivadas dos balões juninos de ar quente, com experimentos psiconáuticos e esperituais com plantas; construções navais, e pinturas objetos em laminados melamínicos. 

Crédito: Pedro Agilson

Posts Relacionados

A produção revela a sabedoria das benzedeiras nordestinas está de volta ao...

Rolar para cima