Carlinhos de Jesus vai desfilar na Estácio de Sá

Carlinhos de Jesus vai desfilar na Estácio de Sá

Carlinhos de Jesus vai desfilar na Estácio de Sá

Coreógrafo será destaque na última alegoria da escola

A Estácio de Sá convocou mais um soldado da imensa legião de São Jorge para o Carnaval 2016. Com o samba pulsando no coração e correndo nas veias, o coreógrafo Carlinhos de Jesus estará na Marquês de Sapucaí em 2016 defendendo as cores do Berço do Samba. Convidado pelo carnavalesco Chico Spinosa, Carlinhos, que é devoto fervoroso do santo guerreiro, reuniu-se com o autor do enredo “Salve Jorge! O Guerreiro na Fé” para conhecer um pouco mais do projeto que a vermelho e branco vai levar para a Passarela do Samba em 2016, quando abrirá os desfiles do Grupo Especial das escolas de samba do Rio de Janeiro.

– Quando soube do enredo fiquei extasiado só de pensar em como essa história seria contada.  São Jorge é força, é garra e devoção. Então, veio um convite irrecusável do Chico (Spinosa) que, para mim, é referência  para o Carnaval, para a arte e para a cultura brasileira. Estou literalmente arrepiado por terem lembrado de mim para representar a devoção do sambista ao glorioso São Jorge, disse Carlinhos.

O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira. Em uma conversa descontraída, Chico Spinosa e Carlinhos de Jesus falaram um pouco da importância cultural do enredo em homenagem a São Jorge.

– Para mim foi uma alegria muito grande ter essa ideia aceita, e tão bem aceita por todos, desde a direção até o público em geral. Estamos preparando um Carnaval rico em emoção. Tenho certeza de que a Estácio vai fazer uma apresentação de gala na Sapucaí, diz Chico.

A ligação com a primeira escola de samba do Brasil e com o santo guerreiro é traço forte para Carlinhos de Jesus.

– Me aproximei muito mais da religiosidade e de São Jorge após a morte do meu filho (assassinado em 2013). Me conectei muito mais ao meu lado espiritual e posso dizer que sou devoto ferrenho, vou à alvorada, inclusive. Além disso, o enredo tem tudo a ver com o samba porque interfere na emoção popular. O Berço do Samba, lugar onde tenho amigos como o mestre Chuvisco, uma pessoa do bem, de alma leve, falar de São Jorge, padroeiro do sambista, popular e guerreiro é algo tão importante para a cultura que a reação será positiva em todas as vertentes, finalizou Carlinhos.

Durante o encontro, Chico Spinosa presenteou Carlinhos com um exemplar do livro “São Jorge, a saga do santo guerreiro”. Lançado pela Editora Inspira, a publicação escrita por Marília Lamas reúne curiosidades, entrevistas inéditas e informações diversificadas em torno de um dos símbolos mais populares da cultura brasileira.

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: