Sesc São Gonçalo: feriadão com espetáculos de dança e teatro

pe de cachimbo - sem credito

Sesc São Gonçalo: feriadão com espetáculos de dança e teatro com temas bem brasileiros

Dia de São Jorge tem dança contemporânea gratuita e fim de semana traz teatro sobre a realidade das favelas

Nada como aproveitar o feriado prolongado com muita cultura. Começando no dia de São Jorge (23/4), o Sesc São Gonçalo apresenta espetáculos de dança e teatro com temáticas bem ligadas á realidade brasileira. No próprio feriado, a dança contemporânea sobre ao palco do Teatro Sesc São Gonçalo com “Pé de cachimbo”, da Vivá Cia de Dança, em apresentação gratuita. A coreografia traz elementos dos movimentos ligados aos ritmos brasileiros, como samba de roda, forró e as quadrilhas. Já no final de semana (24 e 25 de abril), a peça “Morro da trincheira” narra a trajetória de dois jovens:  Sandra, uma jovem esforçada, porém cansada da vida árdua e sem perspectivas, e Amadeu, chefe do tráfico, que está dividido entre o mundo do crime e o sentimentalismo. O espetáculo da Companhia de Teatro Abraço da Paz tem ingressos que partem de R$4, para associados Sesc.

“Pé de cachimbo”, com uma roupagem moderna e audaciosa, promete agradar ao público já familiarizado com a dança e também a quem está iniciando o contato com a linguagem. O coreógrafo Carlos Fontinelle, diretor da Cia Vivá, transforma as referências das danças populares brasileiras em um espetáculo intenso e vigoroso, indicado para todas as idades.  A Dança Contemporânea é o canal principal  que une as diversas vertentes, em técnica de dança que são aplicadas no processo criativo. Jogos, brincadeiras e brinquedos do folclore  como soltar pipa, estilingue, pega-pega, esconde-esconde, bola de gude, cabo de guerra e também as lendas e mitos como curupira, boi da cara preta, e a Iara – Sereia do Mar constroem a obra junto com as danças folclóricas.

Também com um tema popular, mas mais calcado na realidade, a Companhia de Teatro Abraço da Paz mostra em “Morro da trincheira” os desafios, alegrias e também os problemas vividos diariamente por moradores de favelas. Formada por um grupo de artistas da Ladeira dos Tabajaras, a companhia surgiu a partir de uma reação á violência urbana que levou á criação do Lajão Cultural Esportivo, espaço dedicado ás artes na comunidade.  Em julho de 2011, Jonas França e Alex Borges, diretores do espetáculo, criaram o grupo com esse mesmo grupo de artistas, que já tem outros dois espetáculos no currículo. Em “Morro da trincheira”, as diferenças realidades dos personagens são alteradas a partir do romance entre os dois, servindo de pano de fundo para mostrar um pouco do cotidiano de uma favela carioca.

Serviço:
Feriado cultural no Sesc São Gonçalo
Sesc São Gonçalo: Av. Presidente Kennedy, 755. Tel.: (21) 2712-2342

“Pé de cachimbo”  – Espetáculo de dança
23/4/2015 (quinta-feira), às 15h
Grátis
Classificação livre
Duração – 50 minutos
Ficha técnica:
Direção Geral e Coreografia: Carlos Fontinelle
Produção executiva: Claudia Bueno
Elenco: Vivá Cia de Dança (Carlos Fontinelle, Diego Endrigo, Gabriele Pierri, Luana Barros,Raquel Castro, Roberta Diniz e Thiago Manhães)

“Morro da Trincheira” – Espetáculo de teatro
24 e 25 de abril de 2015, às 20h
Ingressos: R$4 (associados Sesc); R$8 (meia); e R$16 (inteira)
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Ficha técnica:
Texto e direção: Jonas França & Alex Borges
Supervisão artística: Rogério Blat
Cenografia/Cenotécnica: Leandro Tick
Seleção de repertório: Jonas França & Alex Borges
Produção: Cabbet Araújo e Juliano Werneck
Elenco: Camila Perez, Isac Pereira,Robson Melo, Neusa Barros, Nilson Bruno, Pedro Copelli ,Breno Rogelio, Júlio Villela, Jaquison Schultz, Daniel Gadioli, Gui Albertini, Renata de Oliveira, Monique Marcolino, Sol Vega, Bia Rego, Bruna Quaresma, Bia Ferraz, Caio Rodrigues, Elaine Dias, Fernando Peres, Will Almeida, Cristiano Cardoso, Oswaldo Filho, Paulo Bastos, Alexandre Nascimento, Marlon Fernandes, Alexandre Alves, Joseilton Sousa

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: