A felicidade das coisas

Sesc dá início à temporada 2023 do CineSesc em Niterói e São Gonçalo

Exibições gratuitas de filmes do Brasil, da Tchecoslováquia e do Japão acontecem ao longo de abril

O Sesc RJ iniciou a temporada 2023 do CineSesc, projeto por meio do qual a instituição promove sessões de cinema gratuitas nas suas unidades tendo como foco produções de diversos estilos e países que tiveram pouco destaque no circuito comercial brasileiro. O principal objetivo do CineSesc é fomentar o debate acerca dos filmes e propor uma reflexão a partir de seus temas e de suas narrativas. A mostra de filmes, em abril, tem como tema “Percursos: a vida imita a arte?”.

“Toda história poderia ser potencialmente um conto, um quadro ou um filme. Quem nunca imaginou determinada música para um momento específico? Nossa rotina é mais feliz a partir da arte, mas será mesmo que a arte não pode ser mais bonita por meio da rotina? A mostra traz o poder dos cotidianos e das experiências através da única missão inadiável: viver”, afirma Leandro Luz, analista de Audiovisual do Sesc RJ e um dos curadores da mostra.

Haverá sessões em 14 unidades do Sesc no estado, quatro delas na capital (Arte Sesc, Copacabana, Ramos e Tijuca). Na Região Metropolitana e no interior, o circuito passa por Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, São João de Meriti, Barra Mansa, Campos, Nova Friburgo, Quitandinha e Teresópolis. Outras unidades como Madureira e Teatro Sesc Rosinha de Valença também receberão sessões nos próximos meses.

Os longas em cartaz são A felicidade das Coisas (2021); Os amores de uma loira (1965); Roda do Destino (2021); Três Verões (2020); e a animação Tromba Trem – O Filme (2022). Os títulos são oriundos de diretores do Brasil, da Tchecoslováquia e do Japão. Confira a agenda para todo o estado no site do Sesc RJ (www.sescrio.org.br).

PROGRAMAÇÕES POR UNIDADE

NITERÓI (Rua Padre Anchieta, 56, São Domingos)

A Felicidade das Coisas: 5/4, 16h; 19/4, 18h

Os Amores de uma Loira: 5/4, 18h

Roda do Destino: 12/4, 16h. 26/4, 16h

Três Verões: 12/4, 18h; 26/4, 18h

Tromba Trem – o filme: 19/4, 16h

SÃO GONÇALO (Avenida Presidente Kennedy, 755, Estrela do Norte)

A Felicidade das Coisas: 6/4, 10h; 13/4, 14h30; 15/4, 16h; 19/4, 16h

Os Amores de uma Loira: 5/4, 16h; 8/4, 16h; 20/4, 14h30

Roda do Destino: 12/4, 16h; 20/4, 10h; 27/4, 14h30; 29/4, 16h

Três Verões: 6/4, 14h30; 22/4, 16h; 26/4, 16h; 27/4, 10h

Tromba Trem – o filme: 9/4, 14h; 13/4, 10h; 16/4, 14h; 23/4, 14h

SINOPSES

A FELICIDADE DAS COISAS

Direção de Thais Fujinaga. Brasil. 2021. 87 min. Ficção. 12 anos.

Paula sonha em construir uma piscina para os filhos na sua modesta casa de praia. Quando os planos se desfazem por conta de problemas financeiros, ela se vê cada vez mais sufocada pelo peso das responsabilidades.

OS AMORES DE UMA LOIRA

Direção de Milos Forman. Tchecoslováquia. 1965. 80 min. Ficção. 16 anos.

Andula, uma inocente garota tcheca de uma cidade industrial, está em uma busca desesperada pelo amor. Ela acredita que o encontrou quando conhece Milda, um jovem e encantador musicista de Praga. Ele, no entanto, está apenas procurando um encontro casual e deixa a cidade presumindo que nunca mais verá Andula novamente. Mas quando ela não tem notícias dele, Andula faz as malas e segue para Praga, para a surpresa de Milda e seus pais. Clássico imediato da Nouvelle Vague Tcheca, “Os Amores de uma Loira” é um olhar terno e bem-humorado sobre a jornada amorosa de uma jovem. A versão restaura do clássico de Miloš Forman (“Amadeus” e “Um Estranho no Ninho”) está imperdível! Indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional.

RODA DO DESTINO

Direção de Ryûsuke Hamaguchi. Japão. 2021. 121 min. Ficção. 14 anos.

Três histórias, todas protagonizadas por personagens femininas, falam dos encontros e desencontros da vida, os caminhos percorridos, e o poder do acaso na transformação e nos relacionamentos humanos. Um triângulo amoroso inesperado, um plano de sedução e vingança, e um encontro a partir de um mal-entendido são os elementos que governam cada um dos curtas que compõem esse tríptico, centrado em personagens divididos entre a escolha e o arrependimento.

TRES-VEROES

TRÊS VERÕES

Direção de Sandra Kogut. Brasil. 2020. 94 min. Ficção. 12 anos.

Através do olhar de Madá (Regina Casé), uma caseira num condomínio de luxo à beira mar, acompanhamos o desmantelamento de uma família em função dos dramas políticos que abalaram o país durante três anos consecutivos (2015, 2016 e 2017).

Tromba Trem

TROMBA TREM – O FILME

Direção de Zé Brandão. Brasil. 2022. 98 min. Animação. Livre.

Gajah, um elefante sem memória, é alçado ao status de celebridade do dia para a noite, e acaba se afastando de seus velhos companheiros de viagem no Tromba Trem. O estrelato dura pouco pois ele acaba se tornando o principal suspeito de misteriosos raptos. Desvendar o mistério só será possível com a ajuda dos amigos pré-fama: um grupo de obstinados cupins moradores de uma colônia e Duda, uma empolgada e inocente tamanduá vegetariana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Barulho dos vizinhos – Vivemos em uma época em que a paz...

Rolar para cima