Sesc inicia grande celebração pelo centenário do Palhaço Carequinha, referência do circo no Brasil

Carequinha e Stephanie Savalla - Foto acervo familiar 1

Sesc inicia grande celebração pelo centenário do Palhaço Carequinha, referência do circo no Brasil

Homenagem ao Dia das Crianças

“O circo alegre do Carequinha” estreia no dia 10/10 (sábado), no Sesc São Gonçalo, com exposição, espetáculo, oficinas, palestras e muito mais

Respeitável público, “Tá certo ou não tá?”. Este era o bordão do palhaço mais representativo da história do circo no Brasil. Para comemorar os 100 anos do saudoso Carequinha, apresentando o expressivo legado do artista George Savalla Gomes, o Sesc São Gonçalo realiza o projeto “O circo alegre do Carequinha”. O evento resgata a história do artista reconhecido no Brasil por ser o primeiro palhaço a levar a arte circense para o cinema e para a televisão. Uma das curiosidades da vida do palhaço era pintar a farta cabeleira de negro, o que contradizia com seu nome artístico. Várias de suas histórias serão reveladas no evento que estreia no dia 10/10, às 16h, com a exposição “Tá certo ou não tá? – centenário do palhaço Carequinha” – aberta até o dia 29/11 -, além de oficinas de iniciação circense, contações de histórias sobre o circo, uma palestra com a neta de Carequinha (Stephanie Savalla) e o espetáculo “Dois palhaços pedem passagem”.

Com o objetivo de resgatar a arte circense e difundir a linguagem do circo, o projeto será realizado no Sesc São Gonçalo porque foi esta a região escolhida por Carequinha para viver. Nascido em Rio Bonito, Carequinha foi um dos artistas mais populares do país. Criou marchinhas famosas, que cantava em suas apresentações, como “Parabéns! Parabéns!” e “O bom menino”, além de ter sido o primeiro palhaço brasileiro a ter um programa de tevê. Referência de várias gerações do circo no Brasil, ele é reconhecido como o palhaço que não só fazia o povo rir, mas o que mais emocionava as plateias do Brasil e do exterior, onde se apresentou diversas vezes.

Para difundir a arte do palhaço ao longo do último século, a exposição reúne documentos, fotos, troféus, medalhas, quadros, roupas e objetos que revelam a rica trajetória do artista. Na abertura da mostra, que permanece no Sesc São Gonçalo até o dia 29/11, uma intervenção circense da Cia Sapato Velho.

Para quem deseja fazer parte do universo lúdico da palhaçada serão oferecidas três importantes oficinas de iniciação circense: no dia 10/10, das 10h às 12h, a “Palhaçaria”, com truques e segredos da profissão. No dia 17/10, a oficina “Caracterização do palhaço”, das 10h às 12h. Para finalizar, a divertida oficina “Malabares”, nos dias 24/10 e 31/10, das 10h às 12h.

– A ideia central da mostra é celebrar o palhaço Carequinha e sua importância nacional. A homenagem é uma forma de valorizar a linguagem circense e os profissionais da área na figura do palhaço, personagem mais querido dos picadeiros – destaca Maria Alice Cavalcanti, responsável por artes visuais do Sesc São Gonçalo.

Fazer parte desse mundo mágico também é possível através da programação de “Contação de histórias”. Elas acontecem nos dias 11/10, 18/10, 7/11 e 14/11, às 15h. Já no Dia das Crianças (12/10), o picadeiro é palco do show “Dois palhaços pedem passagem”. A Cia Sapato Velho traz a história do Palhaço Tilinha e do Palhaço Tatuí, que mesclam o universo do palhaço de rua com os números circenses tradicionais em um espetáculo totalmente interativo. Eles convidam o público a conhecer as emoções do picadeiro com números musicais, acrobacia, mágica e toda a inocência de uma das artes mais antigas e líricas do planeta.

Serviço

“O Circo alegre do Carequinha”

Exposição “Tá certo ou não tá? – centenário do palhaço Carequinha”

Abertura: 10/10/2015, às 16h

Visitação: terça a domingo, das 9h às 17h (até o dia 29 de novembro).

Sesc São Gonçalo: Av. Presidente Kennedy, 755, Estrela do Norte.

Tel.: 2712-2342

Preço: gratuito.

Classificação: livre

Espetáculo “Dois Palhaços Pedem Passagem”

12/10, às 10h. Livre. 50 minutos

Oficinas de iniciação ao circo

10/10, das 10h às 12h – “Palhaçaria”, com Dio Jaime Vianna de Almeida.

17/10 das 10h às 12h – “Caracterização do Palhaço”, com Anneli Olljum.

24 e 31/10, das 10h às 12h – “Malabares”, com Paulo Hartung.

Palestra

20/10, às 15h – palestra com Stephanie Savalla, neta do palhaço Carequinha.

Contações de Histórias

Histórias sobre o circo brasileiro e seus principais personagens.

11/10 e 18/10 (domingos) e 7/11 e 14/11 de novembro (sábados), às 15h.

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: