Sesc Niterói apresenta peça infantil “O menino que brincava de ser” no dia 9/8, com entrada gratuita

O menino que brincava de ser Crédito Carlos Delagusta (Copy)

Espetáculo trata de questões como respeito à diversidade, os limites e padrões impostos pela sociedade e a importância do afeto e do apoio da família

A arte é uma das melhores maneiras de educar as crianças: enquanto se distraem e brincam, elas recebem mensagens positivas e assimilam conhecimento para se tornar cidadãos plenos. Com o objetivo de unir arte e educação, o Sesc São João de Meriti traz a peça “O menino que brincava de ser”, que conta a história de Dudu e seus amigos, crianças que brincam de “faz de conta” interpretando os mais diversos personagens. A apresentação será no dia 9 de agosto (sábado), às 16h. O texto é inspirado no livro homônimo de Georgina Martins.

No espetáculo, as fantasias do menino, que brinca de ser o que não é, causam estranhamento, e ele vira alvo de chacota na escola. Por isso, seus pais o levam a consultas com um psicólogo e um endocrinologista. De ambos, os pais do menino escutam que o jogo do faz de conta faz parte do desenvolvimento das crianças e é uma etapa que precisa ser respeitada. Ele é levado para assistir, pela primeira vez, uma peça de teatro, descobre que quer se tornar ator e, finalmente, poder ser quantas e quais personagens ele quiser.

O Menino que brincava de Ser Crédito Divulgação (Copy)

A Pandorga Companhia de Teatro, que criou e encena o espetáculo, desenvolve um trabalho de qualidade e de pesquisa em teatro, independente da faixa etária a que seus espetáculos se destinam. Em “O menino que brincava de ser”, de maneira lúdica e bem humorada, o grupo trata de questões como o respeito à diversidade, a busca da liberdade e do direito à livre expressão, os limites e padrões impostos pela sociedade e o lugar de afeto e apoio que a família e a escola devem representar para a criança. Aqui, a fantasia é um meio de educar, provocar e repensar conceitos.

Serviço

“O menino que brincava de ser”

9/8/2014 (sábado), às 16h

Sesc Niterói: Rua Padre Anchieta, 56, Centro. Tel.: (21) 2719-9119

Ingressos: Grátis

Classificação etária: livre

Capacidade: 220 lugares

Ficha Técnica
Texto inspirado no livro homônimo de Georgina Martins
Adaptação e direção: Cleiton Echeveste
Elenco: Cristina Froment, Diogo Villa Maior, Fernanda Souza Lima, Jan Macedo E Luciana Zulec
Preparação corporal: Jiddu Saldanha
Figurino: Renata Siciliano
Cenário: Pandorga Companhia de Teatro
Iluminação: Tiago Mantovani
Trilha sonora original: Gustavo Finkler
Ilustrações: André Arantes
Fotografia: Eduardo Almeida
Assistência de produção: Rany Carneiro
Produção: Eduardo Almeida e Cleiton Echeveste
Realização: Pandorga Companhia de Teatro

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: