Sesc Niterói apresenta releitura teatral de “Deus e o Diabo na Terra do Sol”

Sesc Niterói apresenta releitura teatral de “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, longa de Glauber Rocha marco do Cinema Novo 

Deus e o Diabo na Terra do Sol - by Philipp Lavra 05

O Sesc apresenta uma releitura teatral homônima do clássico longa de Glauber Rocha: “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Encenada pela Definitiva Cia. de Teatro, a obra mudou os rumos do cinema brasileiro na década de 1960. A montagem premiada na Fita (Festa Internacional do Teatro de Angra), realizada pelo Sesc, e em outros festivais pelo Brasil, chega ao palco do Teatro Sesc Niterói, em única apresentação nesta sexta-feira (24/10), pelo Circuito Sesc de Teatro.

A montagem é recheada de referências culturais e históricas. Retrata vidas marcadas pela pobreza, tangidas pela força da religiosidade, pelo constante conflito entre o bem e o mal e pela luta por sobrevivência. No centro da trama está o vaqueiro Manuel que, em defesa de seu orgulho e dignidade, mata um coronel que tenta extorqui-lo. Perseguido pelos jagunços do morto, Manuel foge com sua mulher, Rosa. No desespero, se une ao grupo liderado pelo religioso Santo Sebastião. A partir daí, começa a jornada épica em busca de uma possibilidade de viver para além das necessidades físicas. A história se transforma em uma caçada sofrida em busca de um indivíduo potente e consciente do seu lugar e da sua função no mundo.

Um dos destaques da obra é o retrato de um período da história do país por meio da “dramática aventura de um homem que se perde entre um deus negro e um diabo louro, guiado por uma testemunha cega e perseguido pela morte”, em palavras do próprio Glauber.

Segundo o diretor Jefferson Almeida, o grupo se empenhou principalmente em estudar a função da música na cena teatral: “Tivemos de transportar para o teatro uma obra criada para a linguagem cinematográfica e ainda estávamos com a missão de dar conta de representar os diversos ambientes e situações. Elaboramos cenas em que a música composta pelo Sérgio Ricardo para a trilha do filme estivesse plena, cumprindo suas funções musicais, mas aliada à ação dramática. Nesta montagem, a música é parte do texto do espetáculo”, explica o diretor.

A intenção da realização do projeto foi a continuidade do trabalho de pesquisa cênica iniciado pela Cia. com a montagem de “Calabar, o elogio da traição”, de Chico Buarque e Ruy Guerra. Abrigada pela UNIRIO desde sua fundação, em 2008, a então Cia. Provisória se dedicou à elaboração de um espetáculo no qual pudesse investigar mais a fundo a relação da música com a cena e o universo épico. O objetivo também foi discutir questões pertinentes da história e da cultura brasileiras. Assim, em outubro de 2011, “Deus e o diabo na terra do sol” estreou no âmbito universitário, e em maio deste ano, depois de se apresentar em mais de dez festivais pelo país, fez a sua estreia profissional do Espaço Sesc, deixando de ser provisória e transformando-se na Definitiva Cia. de Teatro.

Deus e o Diabo - Rany CarneiroIMG_918711

Elenco:

Betho Guedes – Cego Júlio.

Eduardo Bastos – Antônio Das Mortes.

Guga Almeida – Manuel.

Hector Gomes – Sebastião.

Jefferson Almeida – Corisco.

João Vítor Novaes – Coronel e Figura.

Paula Sholl – Mãe e Dadá.

Raphael Marins – Coronel Morais e Padre.

Tamires Nascimento – Rosa.

FICHA TÉCNICA:

“Deus e o Diabo na Terra do Sol”
Autor – Glauber Rocha.

Diálogos – Glauber Rocha e Paulo Gil Soares.

Música – Glauber Rocha | letra

Sérgio Ricardo | música

Direção – Jefferson Almeida.

Assistência de direção – Tamires Nascimento.

Direção musical – Renato Frazão.

Elenco – Betho Guedes, Eduardo Bastos, Guga Almeida, Hector Gomes, Jefferson Almeida, João Vítor Novaes, Paula Sholl, Raphael Marins e Tamires Nascimento.

Cenário – Lia Farah e Rodrigo Norões.

Figurinos e adereços – Arlete Rua e Thaís Boulanger.

Visagismo – Rodrigo Reinoso.

Iluminação – Yuri Cherem e Lívia Ataíde.

Músicos – Renato Frazão e Diogo Brandão.

Produção – Jefferson Almeida e Tamires Nascimento.

Direção de produção – Sandro Rabello e Neila de Lucena.

Realização – Definitiva Cia. de Teatro e Diga Sim! Produções.

SERVIÇO:

“Deus e o Diabo na Terra do Sol”

24/10/2014, às 19h

Sesc Niterói (teatro): Rua Padre Anchieta, 56, Centro. Tel.: (21) 2719-9119

Ingressos: R$ 2 (associados Sesc), R$ 4 (estudantes, jovens de até 21 anos e maiores de 60 anos), R$ 8 (inteira).

Capacidade: 220 lugares

Duração: 75 min.

Classificação: 16 anos.

Gênero: Drama/Épico/Musical.

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: