Postado em 31 de maio de 2016, por bernardo

Samba e Pagode

Projeto Samba-Falado debaterá os sambas de enredo no mês de junho

Projeto Samba-Falado  debaterá os sambas de enredo no mês de junho.

Encontro mediado pelo jornalista Aydano André Motta acontece nesta quinta.

A edição de junho do projeto Samba-Falado acontecerá nesta quinta, 02 de junho, e discutirá a temática dos sambas de enredo. Mediada pelo jornalista Aydano André Motta, a roda de conversas que acontece mensalmente no Espaço Múltiplo Château Rouge terá nomes como André Diniz, maior vencedor da história da disputa de sambas da Vila Isabel, Marquinhos de Oswaldo Cruz e Alberto Mussa.

“Não posso fazer juízo de valores mas o grande barato é a diversidade que hoje está se perdendo. O espetáculo hoje, tem uma música unificada, a riqueza melódica vai desaparecendo e isso me entristece”, critica Marquinhos de Oswaldo Cruz, músico, compositor e pesquisador.

Mussa
Mussa

Já Mussa escreveu sobre o assunto no livro “Samba de enredo, história e arte”, junto com Luiz Antônio Simas, obra consagrada como referência no assunto. “O Samba no compasso da saudade – antigamente era melhor?” levará ao público questões que são latentes, principalmente nesta época em que começam as disputas de samba-enredo nas agremiações.

A roda de conversa tem entrada franca e começará às 20h. Recém-inaugurado, o Espaço Múltiplo Château Rouge fica na avenida Henrique Valadares, 139 – 3º andar, Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2252 3532.

Serviço: Samba Falado edição de junho

Convidados: Alberto Mussa, André Diniz e Marquinhos de Oswaldo cruz

Mediador: Aydano André Motta

Data: 02 de junho, quinta-feira

Local: Espaço Múltiplo Château Rouge

Horário: 20h

Endereço: avenida Henrique Valadares, 139 – 3º andar

Entrada: Franca