Postado em 16 de outubro de 2021, por Guia SG

Gastronomia, Receitas

Pão caseiro

​Dicas de preparo caseiro, saudável e econômico para o Dia Mundial do Pão

Neste sábado, dia 16 de outubro, se comemora o Dia Mundial do Pão, o alimento na maioria das vezes visto como trabalhoso no preparo e o vilão das dietas, mas que pode sim ser produzido nas cozinhas mais simples e consumido de forma saudável, com variados grãos e farinha integral. Apreciadores dessa iguaria que é tradicional no mundo inteiro já podem aquecer o forno com as dicas de Fábio Fernandes, instrutor do curso de Preparo de Pães Tradicionais do Senac RJ e sócio da Panificação Trigo Santo, em Campo Grande.

“Fazer pão em casa é desestressante e prazeroso. Não precisa de nada tecnológico. É só ter um pouco de tempo. Todo o processo leva cerca de 4 horas, já que depende de tempo de fermentação de acordo com o local, mas a produção mesmo da massa dura cerca de 40 minutos.” – explica Fábio, que produz e fornece pães para estabelecimentos  comerciais como hamburguerias e lanchonetes.

Um dos diferenciais do pão caseiro, principalmente para quem segue dietas mais restritivas, é a redução de gordura e de ingestão de conservantes encontrados em produtos industrializados, mesmo integrais. O pão integral é rico em fibras, mas também tem gordura, que no caso do industrializado é hidrogenada, mesmo em pequena quantidade.

“Em casa, pode-se reduzir a gordura e aumentar a quantidade de fibras aos poucos. Adequando os ingredientes ao objetivo. Para isentar a gordura, o pão fica menos fofo, mais denso, mas é possível ir se acostumando. O pão é muito democrático se entender o princípio básico dele, que é não fazer determinadas misturas como sal com fermento. Pode-se modificá-lo de acordo com a necessidade. E, é possível fazer com forno tradicional caseiro que todo mundo tem, inclusive barateando o custo.” – ensina.

Segundo Fábio, durante o preparo, o pão não pode ter duas coisas: corrente de ar e água morna. O forno, só precisa aquecer. Com a popularização de fazer pão em casa ficou mais fácil encontrar os ingredientes de acordo com a dieta alimentar individual. É possível achar farinha integral em lojas a granel e grãos como gergelim, linhaça, girassol que também agradam crianças. O fermento pode ser o fresco ou, o seco, que oferece a facilidade do armazenamento. A gordura pode ser de porco, óleo de soja, milho, dependendo da proposta.

“Não existe pé de pão. Ninguém planta pão. Ou você produz ou compra pronto. E pão precisa ser democrático, ser barato para que todas as pessoas tenham acesso.” – acrescenta.

E, para quem gosta do velho e bom francês, há algum tempo já se encontram em algumas padarias opções desse formato com fibras e integrais. Não precisa mais ser no modelo forma. Na produção caseira a imaginação pode correr ainda mais solta. Para encher os olhos de adultos e crianças pode-se colocar cobertura de gergelim branco, preto, linhaça dourada que tornam o alimento meio lúdico e atrativo.

“O mais interessante de fazer o pão em casa é a criação. O pão francês mais rústico só ganha um tom mais escuro. Muitos me perguntam como consigo colar os grãos na massa. É simples: coloco um mix de grãos em um prato, umedeço um pouco a massa e vou acrescentando com pequenos amassos. Depois disso é só reservar, esperar crescer, dobrar de volume e levar ao forno.” – conclui Fábio, que compartilha uma receita fácil de pão integral:

Receita de pão integral

Ingredientes:

Farinha de trigo – 250g

Farinha de trigo integral – 250g

Sal – 10g

Açúcar mascavo – 40g

Fermento biológico seco – 10g

Água – 300 ml

Gordura (óleo, manteiga, azeite) – 25g

Preparo:

Separe e quantifique os ingredientes. Hidrate todo o fermento seco em metade da quantidade de água e aguarde até dissolver por aproximadamente 2 minutos. Misture todos os ingredientes  secos ao fermento já dissolvido. Sove a massa e adicione a manteiga, continue a sova até ficar lisa e atingir o ponto de véu. Deixe descansar por pelo menos 10 minutos. Divida a massa, porcione em pedaços de 70g,  modele e a coloque no tabuleiro. Deixe descansar até que dobre o volume coberto com filme plástico ou em algum lugar sem ventilação. Leve ao forno aquecido a 170 °C e asse por 25 a 30 minutos.

Para adicionar grãos (linhaça, girassol, gergelim) basta colocar, depois da massa pronta, e antes de separá-los em porções, uma quantidade de 50g para cada 800g de massa.

Para colocar o mix de grãos na cobertura, deve-se já separar os pães em porções e modelá-los. Em um tabuleiro, pincelar água na parte de cima de cada pão e adicionar os grãos de sua preferência. Deixar fermentar.

Receba nossas novidades em primeira mão!