Carolina Maíra Morais toma posse na Comissão Estadual da Verdade e da Escravidão Negra do Brasil

carolina maíra

Evento acontecerá na próxima segunda reunindo nomes importantes para a reparação e reconstrução da identidade preta no país 

Presidida pelo Dr. Humberto Adami, a Comissão Estadual da Verdade e da Escravidão Negra do Brasil – CEVENB – Seccional Rio de Janeiro, dá posse aos novos membros na próxima segunda-feira, 04 de julho, às 17h, no plenário da OAB/RJ. Durante a cerimônia, o atual presidente, também será empossado seguindo no comando da comissão por mais este biênio, garantindo a continuidade do trabalho através da experiência de quem já presidiu o grupo por três vezes em âmbito nacional e duas vezes a nível estadual.  

A CEVENB mergulha no passado e de lá retira pessoas, heróis, lendas que foram escravizados e esquecidos no passado escravocrata brasileiro e traz para o presente momento. Assim foram Luiz Gama, Esperança Garcia, Manoel Congo, Mariana Crioula, dentre outros em que a Comissão vem trabalhando não apenas no conselho federal, como em 18 estados e várias subseções nos municípios.  

CEO da The African Pride, a historiadora Carolina Maíra de Moraisse junta a Rosa Perdigão, referência no segmento da gastronomia ancestral, e passa a integrar o grupo, que inicia a gestão com 120 membros, dentre advogados, desembargadores, artistas, escritores, ativistas do movimento negro em geral, tendo como principal pauta a reparação da escravidão no Brasil. Manoel Soares,  jornalista e apresentador que assume o comando do programa Encontro também a partir do dia 04, também é um dos membros da comissão.  

“O Brasil tem medo de falar da história da escravidão. Ideias como eugenia e políticas de eliminação da população negra que permanecem na sociedade até hoje, são fruto desse período histórico. Fazer parte da Comissão da Verdade é olhar um passado-presente doloroso com intuito de construir uma sociedade na qual a igualdade racial seja uma realidade. Somos a continuidade de pensadores como Abdias Nascimento, Lélia Gonzales e Beatriz Nascimento, que tanto lutaram pela cidadania plena da população negra.” 

No evento de posse se apresentarão a guarda Municipal do Rio de Janeiro tocando berimbau. As escolas de samba Beija-Flor de Nilópolis e a Portela, que no último carnaval apresentaram enredos que versaram sobre a questão preta, também marcarão presença, assim como Agbara Dudu e TPM. Para encerrar o evento, o afoxé  Filhos de Gandhi deixa sua marca em mais um momento histórico protagonizado pela  OAB/RJ que se transformará em um centro de radiação da cultura negra. 

Mais informações pelo email cevenb@oabrj.org.br

Sobre Carolina Maíra Morais

 Carioca, historiadora e mestre em História da África, Carolina Maíra Morais atua como professora na rede pública de ensino e palestrante. CEO da empresa The African Pride, empresa que atua construindo pontes e estabelecendo conexões de cultura, turismo e negócios entre os países africanos e o Brasil, a profissional vem abrindo portas para que os laços entre o continente-mãe e o maior país da diáspora se reconectem e trabalhem juntos rumo ao crescimento e desenvolvimento mútuo e no movimento para reparação e construção de uma sociedade na qual a igualdade racial seja uma realidade. Seu papel dentro da comissão será de importante valia ao trazer de volta à cena, importantes personagens esquecidos no passado e que são símbolos de luta. 

Receba nossas novidades em primeira mão!

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

%d blogueiros gostam disto: