Mariene de Castro se apresenta neste sábado, dia 29/11, no Sesc Niterói

Mariene de Castro - foto: Adriano Fagundes

Mariene de Castro – foto: Adriano Fagundes

Apresentação é um dos 150 shows que o Sesc está levando, até dezembro, às unidades no estado do Rio de Janeiro 

A cantora e compositora Mariene de Castro é a atração deste sábado, dia 29/11, no Sesc Niterói. A baiana sobe ao palco, às 15h, para apresentar canções de seu recente álbum, “Colheita” (Universal Music) além de grandes sucessos da sua carreira. Este é o quinto CD da discografia da artista e integra grande parte do repertório do show, dirigido por Elísio Lopes Junior, que também conta com célebres canções que marcaram a trajetória da intérprete. As releituras das músicas que ficaram marcadas na voz de Clara Nunes são destacadas neste show diante do apurado cenário assinado por Gringo Cardia. A apresentação integra o Circuito Sesc de Música 2014 e será gratuita. O público também poderá se deliciar com uma feijoada oferecida na unidade no valor de R$15.

O repertório traz canções inéditas na voz de Mariene, que incluem a faixa-título “Colheita” (Nelson Rufino), além de três músicas do compositor baiano Roque Ferreira: “Oxóssi”, “Tirilê” (em parceria com Dunga), e “A Força Que Vem Da Raiz”, que no CD ganhou participação de ninguém menos que Maria Bethânia. A intimidade musical de Roque com Mariene é evidenciada na parceria que se estabeleceu desde a estreia musical da cantora. Arrematando o repertório do show, estão “Me Beija” (Arlindo Neto/ Marquinhos Nunes/ Renatto Moraes), “Mágoa” (Toninho Gerais/Roque Ferreira), “O Que É O Amor” (Arlindo Cruz/ Fred Camacho/ Maurição), “Impossível Acreditar Que Eu Perdi Você” (Márcio Greyck/Cobel), “Retrato da Vida” (Dominguinhos/Djavan) e “Balancê” (Sara Tavares).

Entrelaçando estas referências musicais, Mariene apresenta ainda muitas faixas de seu elogiado CD “Ser de Luz”, com as regravações de Clara Nunes, como “Ê Baiana” (Fabricio da Silva/Baianinho/Ênio Santos Ribeiro/Miguel Pancrácio), “Conto de Areia” (Romildo Bastos/Toninho Nascimento) e “A Deusa Dos Orixás” (Romildo Bastos/Toninho Nascimento), além de outros sucessos de sua carreira que se mostra cada vez mais ascendente.

Este show faz parte do Circuito Sesc de Música, que vai acontecer em 17 unidades do Sesc até dezembro, localizadas em 12 municípios do Rio. O circuito apresenta ao público 150 shows de qualidade, com entrada franca ou a preços populares. São 26 atrações de diferentes gêneros musicais, passando por várias vertentes da MPB, incluindo homenagem a grandes nomes da música nacional – como shows relembrando os 40 anos sem o mestre Pixinguinha. Até o fim do ano, os shows irão percorrer diversos municípios que sediam unidades do Sesc com nomes como Adriana Calcanhotto, Elba Ramalho, Lenine, Ana Cañas, Chico César, Zélia Duncan, Monique Kessous, Geraldo Azevedo, Pedro Mariano, Leila Pinheiro, Ivan Lins, Léo Gandelman, MPB4, Pato Fu, Roberta Sá, Alice Caymmi, Toquinho, Tulipa Ruiz, Zeca Baleiro, entre outros. 

Sobre a cantora

A intimidade com o palco – latente para quem assiste ao show da Mariene de Castro – começou muito cedo. Aos 5 anos, a cantora já se apresentava em espetáculos de dança no Teatro Castro Alves, em Salvador, onde nasceu. Na adolescência, soltava a voz como integrante do grupo Timbalada, de Carlinhos Brown. Já em 1996, conseguiu realizar seu primeiro show solo no Pelourinho.  No mesmo dia, na plateia, estavam produtores franceses que se encantaram pela voz de Mariene e a convidaram para uma turnê por 20 cidades da França. Na ocasião, chegou a ser comparada pela crítica local com a consagrada cantora Edith Piaf, pela força de sua interpretação e a singularidade de seu timbre vocal.

Em 2004, ganhou o “Prêmio Brasken de Música” e gravou o seu primeiro CD, “Abre Caminho”. No ano seguinte, este álbum ganhou na categoria “Melhor Disco Regional” no “Prêmio TIM”. O segundo álbum, “Santo de Casa – Ao Vivo”, foi lançado em 2010, com a sala principal do Teatro Castro Alves completamente lotada. Antes do tributo à Clara, Mariene lançou ainda o álbum “Tabaroinha” em 2012, e vem conquistando o reconhecimento de nomes de peso no mundo do samba, como Beth Carvalho, que a convidou para participar de seu CD e DVD “Beth Carvalho Canta o Samba da Bahia”.

Lançado em 2012, o DVD “Ser de Luz” teve a participação de três integrantes da Velha Guarda da Portela: Tia Surica, Áurea Maria e Neide Sant’Anna, que conviveram com Clara Nunes e também ajudaram a orientar Mariene de forma cênica. João Nogueira foi compadre de Clara, e seu filho, Diogo Nogueira, participa do tributo dividindo com Mariene a música “Juízo Final”, de Nelson Cavaquinho. Com Zeca Pagodinho, ela canta “Coisa da Antiga”, de Wilson Moreira e Nei Lopes. Clássicos como “Conto de Areia” (Romildo/Toninho), “Guerreira”(Paulo César Pinheiro/João Nogueira), “A Deusa dos Orixás” (Toninho/Romildo), “O Mar Serenou” (Candeia), entre outros grandes sucessos da saudosa cantora mineira também estão no DVD.

Em 2013, após se apresentar no réveillon de Copacabana, Mariene recebeu o “Prêmio Artista Faro MPB do Ano” no Prêmio “Contigo!/MPB FM”. Mais recentemente, foi uma das cantoras entrevistadas do documentário “Damas do Samba”, de Suzanna Lira, que trata da importância da presença feminina no samba. Relevância que, se depender de Mariene de Castro, as novas gerações têm tudo para levar adiante. 

SERVIÇO:

Show de Mariene de Castro

Circuito Sesc de Música

Dia 29/11/2014 – às 15h

Sesc Niterói: Rua Padre de Anchieta, 56, Centro.

Tel.: 2719-9119

Classificação livre

Entrada gratuita

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: