Anitta

Arianos: Anitta é representante do signo quando fala de política?

A astróloga Sara Koimbra discorre sobre o comportamento e preferências do zodíaco no âmbito político

Com as eleições presidenciais chegando, o clima nas redes sociais começa a se voltar para o tema, e cada vez mais comentários, discussões e conteúdo são virados para o âmbito político. Não apenas pelo público geral, mas muitas celebridades e artistas vêm contribuindo com sua opinião, mas ninguém pode negar que a mais chamativa e influente dessas vozes é Anitta.

Há algum tempo a cantora comenta que tem buscado se educar politicamente, e não se acanha em dizer o que pensa, sendo sua opinião popular ou não. O que diz muito sobre sua posição como ariana do primeiro decanato, nascida em 30 de março.

“Para entender um pouco,” explica a astróloga Sara Koimbra, “os signos têm 30 graus de atuação e eles são divididos em 3 decanatos de 10 graus. O ariano de primeiro decanato tem uma alta influência de Marte, que é o planeta regente do signo e símbolo do Deus da Guerra. Então são pessoas que lutam muito por uma causa, e todo ariano traz a nobreza da luta, principalmente os regidos por esse decanato, que é o caso da Anitta.”

Sara esclarece que muitas das atitudes da cantora em geral, podem ser exemplificadas por seu signo. Ela pontua como o ariano tem a característica de plantar sementes, galgar novos degraus e desbravar terrenos, o que Anitta tem feito constantemente dentro e fora da indústria musical.

“Os arianos também têm uma questão de defender o outro. Por isso que ela se posiciona, bate de frente, é destemida ao falar de política,” pontua a astróloga. Segundo ela, todos os arianos se destacam nessa atitude, por serem o primeiro signo do zodíaco e aqueles que dão o primeiro passo. “Anitta é a típica ariana, que vai lutar por uma causa, defender às vezes pessoas que nem conhece. O ariano precisa desta luta para se sentir motivado.”

Isso explica por que ela vem entrando de cabeça no tema político, e se posicionando cada vez mais abertamente, inclusive em mídias internacionais, sobre muitos dos problemas que acontecem no Brasil.

Mas e o seu signo, como se comporta quando o assunto é política? Sara pontua como os demais participantes do zodíaco se comunicam sobre o tema, e quais são os projetos governamentais que mais os atraem:

Touro

Taurinos são de um signo de terra e fixos, então eles buscam muito a estabilidade e cultivar aquilo que já foi plantado. Eles são regidos por Vênus, que é o planeta do amor, da beleza, riqueza, também trazendo ao signo uma nuance de preservar relacionamentos, então taurinos não são de comprar briga.

Na política, eles têm uma opinião muito fundamentada por serem um signo fixo, não mudam de ideia, mas também não fazem questão de mostrar isso para as pessoas ao seu redor. Nesse contexto eles buscam a estabilidade, tanto para si mesmos, quanto para a sociedade na hora de formar sua visão de voto.

Gêmeos

Os geminianos são de um signo de ar mutável, então têm uma temática mental muito forte que muda a todo momento. Por ser regido por Mercúrio, planeta da comunicação, Gêmeos é o grande comunicador do zodíaco, e pessoas desse signo gostam de falar sobre política. Eles debatem, se interessam, abordando diversos temas. Extremamente expressivos, são aqueles que irão dividir com os outros o seu ideal dentro de um contexto político e social.

Na sua filosofia, trarão sempre uma ênfase à educação e aos estudos, são eleitores que prestam atenção aos projetos que vão trazer avanço nesse âmbito. Os geminianos também são maleáveis em relação ao voto, não vão se apegar a um partido ou candidato em específico, irão observar as melhores propostas de educação e mobilidade social. Por isso, também costumam ser contra a qualquer ideologia que traga censura no disseminar da informação.

Câncer

Câncer é um signo cardinal e de água, então ele traz iniciativa, mas conforme suas emoções. O canceriano é regido pela Lua, então são de fases e muito voltados ao passado, e geralmente apegados as tradições. São pessoas que não irão se envolver em discussões políticas, e ficam próximos de ideologias que visem a família, o contexto tradicional e as normativas do passado, aquilo que já foi testado e funciona, por isso costumam não gostar daquilo que é totalmente novo.

O canceriano vai votar por emoção e afinidade, e é também muito influenciado por seus familiares neste contexto político e ideológico. Respeitando essa visão hierárquica que possuem, costumam seguir os partidos e candidatos do seu núcleo. No geral, irão se identificar com projetos baseados no bem-estar, e nos cuidados das mulheres e crianças.

Leão

Leoninos são um signo fixo, não mudam tanto de ideia, mas são do elemento do fogo, trazem entusiasmo. É regente da casa da autoexpressão, então ele vai falar o que pensa e vai entrar em discussões que envolvem política, inclusive com muita autoconfiança, explicando quais são os ideias e filosofias que eles consideram adequados.

O leonino é voltado para projetos que tragam qualidade de vida para a população, no sentido de diversão e lazer, assim como benefícios e cuidados com as crianças. Eles pensam muito no futuro, e para aqueles que têm filhos, consideram com cuidado projetos que afetarão seus descendentes.

Virgem

Virginianos tem uma temática mental muito forte, regida por Mercúrio, mas também são signo de terra, então buscam estabilidade ao mesmo tempo que dissertam sobre política. Mas, são muito minuciosos e criteriosas na hora de darem um parecer, querem todas as informações e dados possíveis antes de baterem o martelo sobre algo. Apenas quando acharem que estão com uma ideia concreta irão compartilhar suas opiniões, pois gostam de se sentir úteis à sociedade em que vivem.

Sobre as ideologias políticas, são mais atraídos à projetos de que melhorem a saúde, qualidade de vida, alimentação e direitos trabalhistas. Virginianos em geral são muito atentos a esses fatores na hora de aderirem a um partido ou candidato.

Libra

Libra, dos signos de ar, é o mais voltado para relacionamentos, pois é regido por Vênus, então gosta muito de se relacionar e são extremamente diplomáticos. Eles são ativos politicamente, se importam com a justiça e o equilíbrio da sociedade como um todo, mas nunca irão se envolver em uma briga ou quebrar um laço por conta disso.

Quando se trata de propostas de campanha, o libriano se interessa no embelezamento do local em que vive, políticas de cuidado com o urbanismo e limpeza da sua cidade e país. Também buscam o bem-estar da população, então são atraídos por diretrizes, leis e normas que funcionem para todos, e acabam, portanto, se voltando também a uma defesa da igualdade social. Mas, como já disse, não irão se envolver em conflitos sobre o assunto, por terem essa veia diplomática. 

Escorpião

Escorpianos, com um signo de água regido por Plutão, geralmente nem falam sobre qual é sua ideia de voto. O Escorpiano não faz questão de que outros saibam de seus pensamentos internos, não tem essa pretensão de se expor, o que contribui para o ar de mistério pelo qual é conhecido no zodíaco. Mas, caso entrem numa discussão por política, irão até o fim.

Nas ideologias visam as grandes transformações e rupturas, então são aquelas pessoas que consideram começar do zero quando algo não está funcionando. Buscam transformações profundas a todo custo, não importa a quem vai doer caso eles achem que deve ser feito, o que passa uma visão de extremismo sobre as pessoas do signo.

Sagitário

Os sagitarianos são um de um signo de fogo e mutável, regido por Júpiter, o grande benfeitor e planeta que possibilita a exposição de consciência. Então as pessoas desse signo gostam muito de falar sobre política, e como Júpiter traz um conceito de exagero e saber, vão falar sobre suas ideologias como se sempre estivessem certos. Porém, são maleáveis em relação a estas opiniões e são abertos a mudar de ponto de vista.

Na hora de seguirem uma linha política, consideram muito suas crenças filosóficas e/ou religiosas. Não são convencidos por ninguém, mas sim se aproximam de candidatos que tenham a mesma doutrina, ideologia ou até experiência de vida, e por isso podem acabar mudando e seguindo propostas que mais se assemelham ao que eles acreditam conforme o tempo passa. E claro, irão querer convencer as pessoas próximas de que esse caminho é o correto.

Capricórnio

Capricórnio é signo cardinal, de terra, busca estabilidade assim como os demais do elemento. Regidos por Saturno, os capricornianos se sentem extremamente responsáveis por outros dentro do contexto social, mas geralmente não se envolvem em discussões políticas. Caso aconteça são muito embasados, mas comedidos no que falam.

São na maioria das vezes eleitores de uma política mais tradicionalista, mais reservada, podendo se voltar para o conservadorismo, dependendo do perfil. São muito atraídos por propostas governamentais que visem uma boa estrutura trabalhista para todos, principalmente envolvendo condições de sustento. Não gostam muito de arriscar, então acabam se voltando para candidatos com mais experiência, que já realizaram uma boa gestão.

Aquário

Aquarianos tem um signo muito voltado para o coletivo, principalmente no âmbito da mudança e inovação no contexto humanitário. Por serem do elemento de ar, falam muito sobre política e podem até ser considerados os militantes do zodíaco, pois sabem se comunicar em grupo e buscam passar a mensagem, além de gostarem da sensação de ter a razão.

Para escolherem uma proposta de governo, buscam o diferencial: inovação em ensino, saúde, estrutura urbana, tecnologia. O candidato deve trazer coisas novas, avanços sociais e científicos para atrair o aquariano. Por isso, não gostam de serem contrariados nesse âmbito, já que estão buscando o bem e progresso do coletivo.

Peixes

Piscianos são do elemento da água, mutáveis e regidos por Netuno. Não são tão expressivos quando se trata de política, e podem ser até um pouco confusos sobre o tema, já que trazem pontos de vista muito utópicos pouco embasados na praticidade da vida real. Mesmo buscando um governo que vise o benefício da população, são um pouco descolados da realidade do dia a dia do país, por isso são mais comedidos na hora de dar opinião sobre o assunto e podem até verem a si mesmos como sem viés político.

O pisciano é o sonhador, busca aquela solução que cairia do céu, mas que muitas vezes não é viável no cenário político do momento, então se mostram bastante indecisos em apoiar um candidato ou outro. Mas, são atraídos por projetos governamentais mais sensíveis, como acesso à educação, incentivo à arte e a cultura, implementação de hospitais, políticas que visem os mais necessitados em geral.

Receba nossas novidades em primeira mão!

Deixe seu comentário. Participe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

%d blogueiros gostam disto: